Páginas

sexta-feira, 22 de julho de 2011

ESCOLHEMOS O NOME!



Desde a outra gravidez já havíamos cogitado que, se fosse um menino, gostaríamos de chamá-lo de Enzo. Dessa vez não foi diferente. Embora tenhamos pensado em alguns outros nomes, Enzo ganhou de disparada rs.

Eu, particularmente, acho um nome liiiiindo! Já consigo imaginar o rostinho lindo do meu Enzo... oowwwnnn!


Segundo o site bebe.com.br, este é o significado de Enzo:

Nome deMenino
Origemitaliana
SignificadoForma familiar italiana de Henrique, que significa o senhor da casa ou, ainda, o senhor da fortaleza.



Alguma dúvida de que nosso Enzo será o "senhor da casa"? hihihi - Rodeado de tanta mulher, imagina só o quanto esse menino será mimado! rs

Beijo grande ♥

segunda-feira, 18 de julho de 2011

SEXAGEM FETAL

Finalmente consegui descobrir 2 laboratórios em São José do Rio Preto que fazem o exame de Sexagem Fetal, graças à minha amiga Ananda. Amiga, muuuito obrigada, mais uma vez ♥

Daí que a Madame Ansiedade aqui não aguentou esperar conseguir ver pelo ultrassom e fui correndo fazer o bendito exame e... tchan tchan tchan tchan... já sei o sexo do meu bebê!!!


Siiiim, amoras queridas:


Ai que emoção! Vocês não imaginam a felicidade que estamos sentindo!

Não que houvesse preferência por menino, mas é que aqui em casa SÓ TEM menina: eu, Bruna, Isabella, Maitê... daí que estar grávida de um garotão foi um presente muito especial. Obrigada, Senhor!



Aconteceu mais ou menos assim:

Desde minha outra gravidez que tinha vontade de fazer o exame de sexagem fetal, pois em grávidas gordinhas fica mais difícil verificar o sexo pelo ultrassom, já que a gordurinha abdominal dificulta um pouco a imagem. Além do mais, é um exame meio carinho$$, o que acaba dificultando também...

Porém, desta vez não medi esforços para fazer o tal exame, fechei os olhos e mandei ver! rs

Eu só não sabia se na minha região tinha laboratórios que fizessem o exame, mas graças à minha amiga Ananda, que trabalha numa clínica médica em São José do Rio Preto, consegui o nome de 2 laboratórios e liguei nos 2 para pegar maiores informações.

No primeiro que liguei o valor era R$558,00. Pensei que talvez iria desistir, afinal, convenhamos, é muuuuuito dinheiro para uma simples exame, né?!

Sem perder as esperanças, liguei no segundo e, para minha total felicidade, o valor estava bem mais em conta R$380,00 e mais que depressa decidi fazer.

Na terça-feira cedinho colhi o sangue e a moça do laboratório disse que teria o resultado em 1 semana. Só que, para minha completa felicidade, me ligaram na sexta-feira, dia 15/07/2011, comunicando que já tinham o resultado.

Imediatamente peguei o carro e fui à Rio Preto buscar meu tão esperado resultado!

Nem sei dizer direito como me senti no momento: um misto de alegria, surpresa... sei lá, felicidade total! Fiquei completamente apaixonada com a notícia!

De uma coisa eu tenho absoluta certeza: SUPER VALEU A PENA!!! Foram os R$380,00 mais bem gastos dos últimos tempos!

Maiores informações sobre o exame de Sexagem Fetal:

Hoje, para a alegria dos pais, não é mais preciso esperar até a 17ª semana para fazer a ultra-sonografia com este objetivo. Com apenas um pouquinho de sangue da mamãe, com oito semanas de gestação, já é possível saber o sexo do bebê, independente da posição do feto para fazer a identificação.

Após a grande descoberta do cientista chinês Y. Dennis Lo, de que no plasma materno existe DNA do feto, o biólogo molecular José Eduardo Levi, do Banco de Sangue do Hospital Sírio Libanês, realizou um estudo por seis anos para desenvolver um teste que identifica fragmentos do cromossomo Y no sangue materno.

Estamos falando da Sexagem Fetal, um teste que, embora esteja sendo realizado desde 2003 aqui no Brasil, e ficando cada vez mais popular, ainda é desconhecido pela maioria dos casais.

O teste é realizado através da análise do DNA fetal presente no sangue da mãe, pela técnica PCR (Reação em Cadeia de Polimerase), isto é, a amplificação do DNA.

Durante a gestação existe a passagem de uma pequena quantidade de células fetais para o sangue materno, através da placenta. O exame dessas células revela o sexo fetal por um procedimento não-invasivo e sem riscos, pois requer apenas a coleta de uma amostra de no máximo 20ml de sangue da mãe. A enorme sensibilidade da PCR permite detectar pequenas quantidades de DNA fetal presente no plasma materno.

Este teste fundamenta-se na identificação de partes do cromossomo Y - aquele que determina o sexo masculino no ser humano - na circulação materna. Após a coleta, o plasma é separado e o DNA, isolado do mesmo, é submetido à reação de PCR com oligonucleotídeos iniciadores derivados do gene DYS14 específico do cromossomo Y.

O método de PCR desenvolvido para a determinação do sexo fetal possui excelente sensibilidade e especificidade, permitindo seu uso rotineiro e com índices de acerto superiores a 99% a partir de 8 (oito) semanas de gestação.

Trocando em miúdos, a Sexagem Fetal é um teste não-invasivo, com excelente grau de acerto, a mulher não precisa de nenhuma preparação especial (não há necessidade de jejum) e todas as grávidas podem se submeter a ele.

Com uma pequena amostra do sangue da mãe pode se encontrar poucas quantidades de DNA do feto. A presença do cromossomo “Y” indica que é um menino e a ausência dele, uma menina. No caso de gêmeos, se forem idênticos, univitelinos, o resultado é válido para os dois fetos. Em gêmeos fraternos, bivitelinos, o resultado “Y”, significa que ao menos um dos gêmeos será menino. Se o resultado der ausência de cromossomo “Y” pode-se dizer que ambas são meninas.

O teste pode ser feito nos maiores hospitais e laboratórios do Brasil e o resultado sai em aproximadamente 5 dias úteis.

O preço é salgado, em torno de R$300,00 a R$450,00, mas parece valer o alívio da curiosidade dos pais.

Estatística brasileira publicada:



Devido aos dados da tabela acima, a idade gestacional mais apropriada para realização do teste é a partir da 8ª semana.

Atualmente, a Sexagem Fetal serve apenas para a determinação precoce do sexo, entretanto, outras aplicações para o DNA fetal obtido a partir do plasma materno estão sendo pesquisadas, o que permitirá, no futuro, o diagnóstico não-invasivo de uma série de doenças, tais como a ß-talassemia (tipo hereditário de anemia), a acondroplasia (nanismo) e até a Síndrome de Down.

Acredita-se que, num futuro bem próximo, testes desse tipo venham a substituir a amniocentese (coleta de amostra de líquido amniótico) e biópsia de vilo corial (amostra da placenta) para obtenção do cariótipo fetal. As dificuldades residem no fato de a quantidade de células fetais no sangue materno ser muito pequena e de difícil identificação.

Também será possível a determinação do genótipo Rh (D) fetal com esta mesma metodologia.


Alguns fatores que podem influenciar no resultado do teste:


Abortamento subclínico

No caso do resultado encontrado ser um teste positivo para cromossomo Y (feto masculino) e posteriormente verificar-se ser um feto feminino, a possibilidade que deve ser levantada é se a mãe foi submetida a procedimento de hiperovulação e/ou fertilização “in vitro”, com gravidezes múltiplas (2 ou mais embriões). Nestes casos não é incomum que um ou mais embriões não sobrevivam; e já existem estudos mostrando que a detecção do DNA destes embriões pode persistir por até 2 semanas, depois de, por exemplo, um episódio de aborto. Se o embrião abortado for do sexo masculino, estará explicada a incoerência entre o resultado do teste de Sexagem Fetal e o sexo do feto em progressão. Outra explicação seria se a mãe houvesse recebido transfusão de sangue ou transplante de órgão de um homem.

Fonte: Planeta Bebê 

Laboratório que fiz o exame:

HEMAT - Instituto de Hematologia
Rua Cila, 3104 - São José do Rio Preto/SP
Fone: (17) 3214-6544

Beijo grande da mamãe mais feliz do pedaço =D

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Ainda sobre a Semana 8

Ninguém merece taaaaanto enjoo! Passo praticamente o dia inteirinho enjoada, mas, graças a Deus, não tenho vômitos. Tô me sentindo inchada, com os peitos enooormes e doloridos e, pelo que entendi, é por causa da progesterona que acabei inchando mais e ficando com o intestino mais preguiçoso.

A queridíssima amiga Fernanda Reali postou aqui uma receita de pastinha laxativa que pretendo experimentar ainda esta semana pra ver se as coisas melhoram por aqui. Depois conto se funcionou.

No site Baby Center acabei encontrando mais informações sobre a Semana 8:

Como seu bebê está crescendo

A pequena cauda que o bebê tinha está desaparecendo, e tantas mudanças já aconteceram que ele não é mais um embrião, mas oficialmente um feto. Este estágio é importantíssimo, porque é nele que os órgãos do bebê estão se formando.

Os braços cresceram e as mãos estão flexionadas nos pulsos, e se juntam sobre o coração. As pernas estão ficando mais compridas e os pés podem ser longos o suficiente para se juntar na frente do corpo. Ainda é quase impossível, pelo exame de ultrassom, determinar se você está esperando um menino ou uma menina.

Como fica sua vida

Você ainda não deve ter engordado muito, mas certas partes do seu corpo já estão crescendo, como os seios, por exemplo. Muitas mulheres mudam o tamanho do sutiã logo no comecinho da gravidez. Esse aumento se atribui à expansão dos dutos por onde circulará o leite que vai alimentar seu filho.

Menos evidente neste momento é o aumento no total de sangue que circula em você: até o fim da gravidez, você terá entre 45 e 50 por cento mais sangue correndo em suas veias, para atender à demanda do bebê. A sobrecarga no sistema circulatório pode deixá-la mais sujeita a varizes e hemorróidas.

Por que tanto enjoo?

Não se preocupe, o enjoo deve melhorar em breve.

Os especialistas ainda não têm muita certeza de por que tantas mulheres passam tão mal com náuseas durante o primeiro trimestre de gestação, mas, ao que parece, o grande culpado são os hormônios da gravidez. Nos três primeiros meses, os níveis hormonais flutuam bastante. Quando eles começam a se estabilizar, por volta do segundo trimestre, a maioria das mulheres também passa a se sentir melhor. Lembre-se que a palavra "náusea" pode descrever muitas coisas diferentes, desde um gosto desagradável na boca até vômitos diários.

Outro incômodo causado por hormônios é a prisão de ventre, que talvez faça você ter que mudar a limentação. A palavra-chave é fibra, encontrada em alimentos integrais, frutas, verduras e legumes.

É isso aí, o negócio é super investir em fibras e tomar bastante água pra ver se as coisas melhoram por aqui! Vou experimentar fazer algumas mudanças na minha alimentação e, em último caso, tentar tomar o Naturetti em cápsulas que meu GO me receitou...

Amanhã entro na Semana 9 e volto com novidades!

Beijocas barrigudinhas ♥

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Ultrassom de 8 semanas

Já havíamos feito um ultrassom na semana 5, porém, como era muito no comecinho, só deu pra ver o saco gestacional, que estava com 1cm e não deu pra ver o embrião, que devia ter aproximadamente 2mm. Então meu médico achou por bem fazer outro ultrassom com 8 semanas e fizemos hoje.

Oowwnnn, que coisa mais fofa-cute-cute da mamãe!!! Meu bebezinho, que mais parece um feijãozinho, está hoje com 18mm (como cresceu!) e também pudemos ouvir seu coraçãozinho, que batia à toda velocidade.

Ai, quanta emoção! Confesso que tenho um pouco de trauma de ultrassom, então estava meio que apavorada, mas graças a Deus foi tudo maravilhoso. Obrigada, Senhor!


Esta imagem não é do meu ultrassom, pois não gravamos, já que era apenas um ultrassom de confirmação, então peguei esta imagem no google para vocês terem uma ideia do que vimos hoje (é igualzinho a imagem do meu próprio ultrassom).

Difícil explicar com palavras a emoção que senti. Fiquei nas nuvens, maravilhada com o tum-tum de um coraçãozinho tão pequenino. Voltei pra casa e fiquei o dia todinho sorrindo sozinha, pois é a melhor sensação que senti nos últimos tempos. Mais uma vez, obrigada Senhor!

Tenho consulta marcada para o dia 27/06, às 10:30 horas. Mas até lá, claro que volto com mais novidades.

Beijo bem grande ♥

terça-feira, 14 de junho de 2011

Semana 8

Hoje resolvi começar um novo blog, direcionado somente aos assuntos relativos à minha gravidez. Quero que fique como um diário de bordo, uma cápsula do tempo, registrando as alegrias dessa fase tão maravilhosa, para que, no futuro, possa ser consultado pelo meu bebê.

No meu outro blog, o blog Minha Casinha, já tinha feito um post bem fofo sobre minha gravidez. Confira aqui.

Hoje completo 8 semanas de gestação. Na verdade mal dá pra perceber rs, pois não sinto nada, apenas um pouquinho de enjoo praticamente durante todo o dia, mas sem vômitos. Aliás, só vomitei uma única vez, mas por que sou uma mocinha teimosa e insisti em ir na casa do meu pai (que faleceu na quinta-feira passada, dia 09/06) e não aguentei o baque.

Do resto, ainda nem parece que estou grávida rsrs - ainda bem, né?! Ninguém merece passar mal o dia todo!

Amanhã vou fazer outro US, pois o primeiro que eu fiz foi muito no comecinho e quase não deu pra ver nada. O saco gestacional estava com 1cm e o embrião, que sequer apareceu, deveria ter aproximadamente 2mm rs.

Resumo da gravidez:

- 19/04/2011 - data da última menstruação (DUM)
- 03/05/2011 - data estimada da concepção
- 24/01/2012 - data provável do parto

Segundo o site www.bebe.com.br, a semana 8 é assim:



Seu bebê
Apenas 20 milímetros. Esse é o tamanho do bebê que você carrega no fim do seu segundo mês de gestação. Ele continua minúsculo – menor do que um feijãozinho –, mas o crescimento está a todo vapor. A barreira placentária já é bastante eficiente, selecionando tudo o que chega ao embrião. Mesmo assim, evite ingerir alimentos, bebidas e medicamentos que possam prejudicá-lo e não tenha contato com pessoas portadoras de doenças contagiosas, como a rubéola e a catapora. O baço, a traqueia, a laringe e os brônquios começam a tomar forma. A pontinha do nariz e as dobras das pálpebras acabam de aparecer, delineando as feições de seu futuro bebê. Ele já tem ombros e os braços cresceram um pouco. Aliás, praticamente tudo o que notamos num ser humano já está presente no embrião. Por isso, dentro de alguns dias, ele estará pronto para ingressar no período fetal.


Sua gravidez
Você pode até não ter a esperada barriga de grávida, mas aí dentro uma revolução acontece. Seu útero, por exemplo, está crescendo, se alargando e amaciando para acomodar o embrião. Em breve, sua cintura vai se expandir e você vai notar outras mudanças no corpo. Os cabelos ficarão mais brilhantes. Já a pele, apesar da aparência viçosa, tem sua pigmentação aumentada, o que pode ocasionar o surgimento de manchas, especialmente na região do rosto. Nada a se preocupar, pois, após a gravidez, tudo isso desaparece. Para amenizar o problema, use protetor solar o dia todo. O intestino, por outro lado, pode desacelerar seu ritmo de trabalho. O estômago também passa a produzir maior quantidade de ácido clorídrico nesta fase, causando uma incômoda queimação.

Basicamente é isso mesmo. Sem sinais aparentes da gravidez, mas com pequeno desconforto estomacal. O intestino nunca foi normal rs, então dá-lhe Activia, leite com granola, frutas variadas, saladas e legumes variados e, ainda assim, não está lá essas coisas...

Já sou dorminhoca por natureza, mas é impressionante como o sono tem me consumido, principalmente depois do almoço... a vontade é de ficar dormindo o tempo todo! rs

Aahh, antes que me esqueça, quero deixar registrado aqui algumas coisinhas importantes:

Um simples pedaço de papel, mas que teve o poder de trazer luz à nossa casa e alegria sem fim à nossa família!

Como eu estava no dia que peguei o resultado positivo nas minhas mãozinhas!

Presentinho preparado para contar a novidade pro papai!

Na caixa tnha: o exame, um cartão fofo, um body com a mensagem mais linda do mundo e um par de sapatinhos muuuuito lindos!

Carinha do papai quando recebeu a notícia!

Mais tarde vou tirar outra foto para mostrar como estou na semana 8, daí atualizo o post.

Beijinhos barrigudos ♥