Páginas

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Ainda sobre a Semana 8

Ninguém merece taaaaanto enjoo! Passo praticamente o dia inteirinho enjoada, mas, graças a Deus, não tenho vômitos. Tô me sentindo inchada, com os peitos enooormes e doloridos e, pelo que entendi, é por causa da progesterona que acabei inchando mais e ficando com o intestino mais preguiçoso.

A queridíssima amiga Fernanda Reali postou aqui uma receita de pastinha laxativa que pretendo experimentar ainda esta semana pra ver se as coisas melhoram por aqui. Depois conto se funcionou.

No site Baby Center acabei encontrando mais informações sobre a Semana 8:

Como seu bebê está crescendo

A pequena cauda que o bebê tinha está desaparecendo, e tantas mudanças já aconteceram que ele não é mais um embrião, mas oficialmente um feto. Este estágio é importantíssimo, porque é nele que os órgãos do bebê estão se formando.

Os braços cresceram e as mãos estão flexionadas nos pulsos, e se juntam sobre o coração. As pernas estão ficando mais compridas e os pés podem ser longos o suficiente para se juntar na frente do corpo. Ainda é quase impossível, pelo exame de ultrassom, determinar se você está esperando um menino ou uma menina.

Como fica sua vida

Você ainda não deve ter engordado muito, mas certas partes do seu corpo já estão crescendo, como os seios, por exemplo. Muitas mulheres mudam o tamanho do sutiã logo no comecinho da gravidez. Esse aumento se atribui à expansão dos dutos por onde circulará o leite que vai alimentar seu filho.

Menos evidente neste momento é o aumento no total de sangue que circula em você: até o fim da gravidez, você terá entre 45 e 50 por cento mais sangue correndo em suas veias, para atender à demanda do bebê. A sobrecarga no sistema circulatório pode deixá-la mais sujeita a varizes e hemorróidas.

Por que tanto enjoo?

Não se preocupe, o enjoo deve melhorar em breve.

Os especialistas ainda não têm muita certeza de por que tantas mulheres passam tão mal com náuseas durante o primeiro trimestre de gestação, mas, ao que parece, o grande culpado são os hormônios da gravidez. Nos três primeiros meses, os níveis hormonais flutuam bastante. Quando eles começam a se estabilizar, por volta do segundo trimestre, a maioria das mulheres também passa a se sentir melhor. Lembre-se que a palavra "náusea" pode descrever muitas coisas diferentes, desde um gosto desagradável na boca até vômitos diários.

Outro incômodo causado por hormônios é a prisão de ventre, que talvez faça você ter que mudar a limentação. A palavra-chave é fibra, encontrada em alimentos integrais, frutas, verduras e legumes.

É isso aí, o negócio é super investir em fibras e tomar bastante água pra ver se as coisas melhoram por aqui! Vou experimentar fazer algumas mudanças na minha alimentação e, em último caso, tentar tomar o Naturetti em cápsulas que meu GO me receitou...

Amanhã entro na Semana 9 e volto com novidades!

Beijocas barrigudinhas ♥

9 comentários:

O Apê de Nós Dois! disse...

Oi amiga barrigudinha. eu estou chegando na 8 semana de gestação e não sinto enjoo nem prisão de ventre, será que pode haver algo de errado? Vou perguntar pro meu médico, pq tda grávida que eu conheço tem enjoo e eu não, estou preocupada! Boa sorte pra nós!!!

Nessa disse...

Bom dia..

Já vi mesmo muitas mulheres se queixarem da prisão de ventre, vale a pena sim mudar um pouco que seja a alimentação pra ver se ajuda, e tbm tomar muita agua neh?!
Quanto aos enjoos espero que passem logo viu?!

Bjux..

Fran Matias disse...

Oi Fer!
eu me vi nesse seu post...rsrsrs
também tenho muito enjoo mas não vomito,
só não posso sentir cheiro de comida, principalmente de carne...meu estomago embrulha na hora... se eu entrar na minha cozinha então... e também estou com prisão de ventre... não teve jeito, tava ficando 5 a 6 dias sem ir no banheiro e minha GO passou o Naturetti... agora que estou tomando meu intestino melhorou muito!
Eu sei que tenho que melhorar alimentação, comer mais fibras, a minha nutricionista já me disse isso... mais o que tava me ajudando que era a linhaça não to conseguindo comer... se colocar a comida não desce!

Márcia (www.sutiadeorelha.blogspot.com) disse...

Na gravidez dos meus dois meninos acompanhei tudo pelo baby center. E o mais legal é que eles continuam a mandar boletins conforme as crianças vão crescendo. Eles têm 3 e 5 anos, eu continuo recebendo e adoro!

Bom, sobre enjôo. Enjoei bastante nas duas. Na verdade eu tinha muita náusea. Minha ginecologista aconselhou o seguinte "acordou, acho q vai enjoar, toma digesan". Fiz isso e deu certo! Na segunda até viajei de navio, e as pessoas me paravam como se eu fosse uma E.T , tipo "vc não está enjoada, como?".

Acompanho vc na sua casinha e vou adorar acompanhar a sua barriguinha crescer!

Já tenho um carinho enorme por vc!

Bjs
Márcia (Sutiã De Orelha)
@marcia2311

Mom disse...

Fernanda!
Que notícia linda... parabéns!
Eu te abençõo e ao teu bebê com muita saúde, força e alegria, em o Nome do Senhor Jesus!
Grandes beijos.
Míriam

Cibele disse...

Fer, tbm estarei por aqui acompanhando tudooo

Beijos

DONA POPOTA... disse...

Olá Dona Barrigudinha... Parabéns pelo nenê. Quanto ao enjoo, não posso ajudar pois não senti nada. Mas precisando de dicas estamos ai é só gritar.

Bjo oto Bjo

Michelle disse...

Ai, Fê! Que delícia! Gravidez é TUUUUDO de boooom!!!! Eu bem que queria repetir a dose, sabe. Meu filhote está com 3 anos e acho que está na hora de ele ter um irmãozinho... que vontade!
Como vamos nos mudar para uma casa nova, com 3 quartos, poderemos "encomendar" o próximo filho - ou filha, sei lá! Meu filho já diz que ele quer um "bebê menino", e não um "bebê menina", e que vai se chamar Pedro. É mole?! rsrsrs!
Que seu enjoo passe logo, Fê. Essa é uma das fases da qual eu não sinto a menoooooor saudade! rsrsr! Ninguém merece, né?!
Beijinhos!

Carine Gimenez disse...

Fernanda
Até que enfim consegui seguir o blog.Eu tenho sentido muito enjoo,mas sem vômito.Também sinto sono quase o tempo todo,é sentar e cochilar.Nunca tive prisão de ventre,e até agora continua tudo normal.
Faz o exame mesmo,fico aguardando ansiosa as notícias.Vou procurar saber se aqui onde moro (interior do Rio) esse exame existe.
Beijos.